Pesquisa e Insights

Pressão constante

Aumento da pressão da água até um determinado valor nominal e manutenção da pressão mesmo que o caudal e a pressão de entrada variem. Isto é possível utilizando bombas de pressão constante com velocidade variável.

Na distribuição de água, é importante manter a pressão da água constante para o nível de conforto do utilizador final. No entanto, a variação da necessidade de água durante o dia faz com que a pressão flutue. Para evitar isto, os sistemas de pressurização com manómetros podem ajustar a saída e, assim, manter a pressão constante.

A pressurização constante é utilizada em todos os grupos de pressurização e em todas as configurações do sistema, tais como:

  • Sistemas de pressurização direta: Um sistema em que um sistema de pressurização ligado diretamente à rede de abastecimento de água serve a todo o edifício ou apenas às partes superiores do mesmo.
  • Sistemas divididos por zona: Neste caso, vários sistemas de pressurização ligados à rede de água ou a um depósito de ruptura comum servem a sua própria zona de pressão.
  • Sistemas de depósito no telhado: Estes sistemas dispõem frequentemente de um sistema de pressurização separado que funciona nos pisos superiores onde, caso contrário, a pressão seria demasiado baixa devido à altura geométrica insuficiente.
  • Sistema ligado em série com depósitos intermédios: Aqui, cada sistema de pressurização serve a sua própria zona de pressão, abastecida a partir do seu próprio depósito de ruptura, localizado num piso separado.
  • Sistema ligado em série sem depósito intermédio: Aqui, os sistemas de pressurização são ligados directamente em série.

A gama de pressurização Hydro MPC da Grundfos, a bomba multicelular CRE e todas as bombas E da Grundfos são exemplos de bombas de pressão constante de velocidade variável que suportam variações do caudal e da pressão de entrada.

Aplicações relacionadas

Localize aplicações da Grundfos relacionadas com este assunto.