Pesquisa e Insights

Termístores PTC

Termistores são resistências que reagem a alterações de temperatura. Existem duas categorias: resistências de silício termicamente sensíveis e materiais em cerâmica policristalina.

Os termístores comerciais PTC dividem-se em duas grandes categorias. A primeira categoria consiste em resistências de silicone termicamente sensíveis. Estes dispositivos apresentam um coeficiente de temperatura positivo bastante uniforme (cerca de +0,77% / ° C) durante a maior parte da sua gama de funcionamento. Podem também apresentar uma região coeficiente de temperatura negativa a temperaturas superiores a 150 ºC. Estes dispositivos são mais frequentemente utilizados para a compensação de temperatura de dispositivos semi condutores de silicone na gama de -60 ºC a -150 ºC.

A outra categoria principal é a de materiais de cerâmica policristalina. São normalmente altamente resistentes, mas são semi-condutoras pela adição de contaminantes. São habitualmente fabricados com composições de bário, chumbo e estrôncio / titanites com aditivos como o ítrio, manganésio, tântalo e sílica.

Estes dispositivos têm uma característica de resistência-temperatura que apresenta um coeficiente de temperatura negativa muito reduzido até o dispositivo atingir uma temperatura crítica que é referida como a sua "Curie", ou seja, a temperatura do interruptor ou de transição.

À medida que a temperatura crítica se aproxima, os dispositivos começam a apresentar um coeficiente de temperatura positivo crescente, bem como um grande aumento na resistência. A alteração da resistência pode atingir várias ordens de grandeza num intervalo de temperatura de alguns graus.

O termistor PTC tem de estar ligado a um circuito de controlo que possa transformar a alteração de resistência num sinal de controlo capaz de cortar a corrente elétrica do motor.

Muitas bombas Grundfos dispõem de proteção de motor com termistor PTC, o que é um requisito para a aplicação.