Introdução do Bombeamento Distribuído da Grundfos

Introdução do Bombeamento Distribuído da Grundfos

Obtenha uma introdução do Bombeamento Distribuído da Grundfos e sobre a forma como este melhora o desempenho dos sistemas HVAC com um sistema automaticamente equilibrado com qualquer carga, poupanças energéticas significativas e um fácil comissionamento.

Neste módulo vamos abordar as vantagens do Bombeamento Distribuído da Grundfos. Também vamos explicar porque o Bombeamento Distribuído melhora o desempenho dos sistemas HVAC. Existem vários aspetos a ter em consideração ao conceber um sistema de água refrigerada para edifícios comerciais.

Para arrefecer um edifício, geralmente os sistemas de água refrigerada existentes usam grandes bombas e refrigeradores centralizados na sala de máquinas para fazer circular a água à volta da derivação de água refrigerada. Devido às necessidades variáveis de água refrigerada, o caudal é tradicionalmente regulado através de válvulas de equilibragem e controlo, tipicamente situadas perto das unidades terminais.

O controlo do caudal dinâmico por válvulas estrangula a energia gerada pelas bombas primárias e/ou secundárias. Os sistemas de água refrigerada com grandes bombas primárias ou bombas primárias/secundárias, incluindo válvulas, foram concebidos desta forma durante décadas, desperdiçando uma grande quantidade de energia.

Isto significa que existe um imenso potencial de poupança energética, resolvido pelo bombeamento distribuído. No entanto, os atuais sistemas de água refrigerada partilham problemas, os quais conduzem a um bombeamento excessivo, desperdiçando energia.

Existe também o risco de um menor conforto. Um dos problemas é o comissionamento e a equilibragem, tradicionalmente um processo demorado e monótono, essencial para garantir que um sistema funciona em pleno. O processo de equilibragem deve ser realizado periodicamente para garantir o melhor desempenho do edifício.

O comissionamento ou a equilibragem inadequados criam sistemas com um mau desempenho e uso excessivo de energia. E, um sistema desequilibrado, gera unidades terminais que recebem um caudal superior ou inferior ao necessário. Isto é particularmente claro em condições de carga parcial, resultando num menor conforto e no bombeamento excessivo do sistema, o que equivale a um uso excessivo de energia.

Isto também pode conduzir a um baixo Delta T. Mas e se desenharmos o sistema de uma forma melhor? A nossa solução é o Bombeamento Distribuído da Grundfos. Ao utilizar bombas inteligentes em vez de válvulas, usamos menos energia e tornamos o seu sistema de água refrigerada mais inteligente.

Um sistema de Bombeamento Distribuído da Grundfos... utiliza o circulador MAGNA3 de rotor húmido e isento de manutenção, com controlo integrado da velocidade variável e válvulas de retenção para prevenir o refluxo. As bombas distribuídas garantem a melhor pressão e caudal em cada unidade terminal, graças a um sensor de temperatura externo na conduta de ar, ligado à bomba distribuída.

Assim é garantido o caudal ideal constante, adaptando a atual carga térmica. Isto também permite reduzir significativamente as bombas primárias, geridas por uma nova lógica de controlo, graças às bombas distribuídas. Este novo design proporciona o conforto de arrefecimento ideal quando e onde é necessário no interior do edifício.

Com o Bombeamento Distribuído da Grundfos pode arrefecer o seu edifício de forma inteligente, com menos energia e alcançando os seguintes benefícios: Um sistema equilibrado automaticamente com qualquer carga Poupanças energéticas significativas Comissionamento fácil e rápido Melhor clima interior e conforto