Porquê escolher um circulador MAGNA1 Modelo C?

Porquê escolher um circulador MAGNA1 Modelo C?

Conheça os principais benefícios do novo MAGNA1, como se destaca dos circuladores anteriores e também porque é a substituição ideal para os circuladores antigos.

O MAGNA1 Modelo C da Grundfos oferece uma variedade de benefícios que o distinguem dos modelos anteriores.

Neste módulo, vamos analisar de perto esses benefícios e realçar porque faz sentido para si, como instalador, escolher o MAGNA1 Modelo C.

Vamos começar.

Em primeiro lugar, o MAGNA1 tem um baixo custo de investimento.

Por isso, se pretende substituir um dos muitos circuladores antigos e ineficientes existentes nos edifícios comerciais, o MAGNA1 é uma boa escolha.

O baixo custo de investimento, combinado com a elevada eficiência, significa que o retorno do investimento é curto, tornando-o uma bomba de substituição ideal para circuladores mais antigos.

Em seguida, o utilizador vai desfrutar de elevadas poupanças energéticas.

O MAGNA1 é o melhor da sua classe em termos de eficiência, atingindo um índice de eficiência energética igual ou inferior a 0,20, o que é inédito para bombas simples, e igual ou inferior a 0,23 para bombas duplas.

Imagine um circulador antigo e ineficiente com um consumo de energia muito elevado.

Substituindo-o por um MAGNA1, o tempo de retorno do investimento será inferior a dois anos, demonstrando, de novo, que o circulador é o melhor da sua classe em eficiência.

Para instaladores como você, o tempo é precioso.

Felizmente, a instalação e o comissionamento do MAGNA1 são fáceis.

Basta colocar o circulador no local pretendido, entre as tubagens, apertar os parafusos e a instalação mecânica está completa.

Uma vez fixado aos tubos, pode soltar o anel de fixação para reposicionar facilmente a cabeça da bomba, se necessário.

Além disso, uma configuração de circulador duplo normalmente exigiria um esforço substancial em termos de cablagem.

Mas isso não se aplica ao MAGNA1.

A ligação entre as duas cabeças realiza-se sem fios, o que permite poupar muito tempo em termos de ligação e instalação.

Graças ao interface de utilizador simples, o comissionamento do circulador é fácil e pode ser feito através de um só botão.

Basta premir o botão para alternar entre as funções de controlo.

Pode escolher entre três funções de controlo pré-definidas, cada uma com três níveis: existem as três curvas de pressão proporcional, especialmente adequadas para sistemas de radiadores, três curvas de pressão constante para sistemas de aquecimento de piso radiante e três curvas constantes se quiser que o circulador funcione a velocidade fixa.

O circulador está configurado de fábrica para funcionar na segunda função de controlo de pressão proporcional.

O interface também o informa sobre o estado do circulador através de um indicador LED circular chamado Grundfos Eye, que se ilumina a cores e sequências diferentes, que significam diferentes estados Por exemplo, quando a alimentação está ligada e o circulador está a funcionar, o Grundfos Eye ilumina-se a verde e gira no sentido da rotação do circulador.

Se o circulador parar mas a alimentação continuar ligada, acendem-se dois indicadores luminosos permanentes.

Em caso de aviso, a luz fica amarela e se houver uma avaria na bomba, o Grundfos Eye apresenta uma luz vermelha permanente.

Uma das principais funcionalidades do MAGNA1 Modelo C é ser facilmente integrado em sistemas de monitorização e controlo simples.

Isto deve-se à entrada digital para ligar e parar a bomba, assim como à saída de relé de alarme, que, uma vez ligada, permite ao sistema enviar mensagens a sistemas de monitorização externos.

Isto dá tranquilidade ao utilizador final e reduz o tempo de inatividade do sistema.

Vamos ver mais de perto como funciona.

Imaginem um cenário na cave de um hotel.

A fonte de calor é uma caldeira a gás e a função do circulador MAGNA1 é fazer circular água quente num sistema de radiadores.

Graças à saída de relé de alarme no MAGNA1, o controlador PLC pode dizer à caldeira para não ligar caso receba uma mensagem de erro do relé de alarme.

Do mesmo modo, a entrada digital no MAGNA1 permite ao circulador ligar ou parar através da entrada externa.

Em termos de monitorização do sistema, existem três níveis diferentes.

Primeiro, temos o Grundfos Eye no interface do circulador, que permite monitorizar a bomba localmente a partir da sala das bombas.

Em segundo, temos monitorização externa.

Se o seu circulador estiver ligado a um sistema de monitorização externo noutro ponto do edifício, pode receber sinais de alarme remotamente, caso o seu sistema de gestão de edifícios ofereça essa funcionalidade.

Por último, pode verificar os sinais de alarme no Grundfos GO Remote se o circulador estiver ligado à app.

Também é possível usar a Grundfos GO para gerar relatórios.

Além disso, a Grundfos GO oferece deteção de avarias fácil da bomba.

Basta ir ao menu de alarmes e avisos para uma explicação da avaria e a forma de encontrar uma solução.

Assim abordámos as principais funcionalidades do MAGNA1 Modelo C.

Se procura funcionalidades de bomba mais avançadas para otimização do sistema, o MAGNA3 da Grundfos é uma boa alternativa.

Vamos resumir os benefícios do MAGNA1 Modelo C.

O custo de investimento é baixo, sendo a substituição ideal para circuladores mais antigos.

A melhor eficiência na sua classe resulta em poupanças energéticas substanciais para o utilizador final.

É fácil de instalar e o interface intuitivo permite fazer o comissionamento com apenas um botão.

Pode ser ligado a sistemas de monitorização e controlo simples, contribuindo para melhorar a tranquilidade do instalador e do utilizador final.

Por último, existem três níveis de monitorização diferentes: monitorização local na bomba, monitorização externa ou através da Grundfos GO.

Isso permite-nos monitorizar o circulador da forma que pretendermos.