Como otimizar uma torre de arrefecimento em termos energéticos

Como otimizar uma torre de arrefecimento em termos energéticos

Saiba como pode otimizar facilmente a sua torre de arrefecimento em termos energéticos e o respetivo impacto em toda a operação do sistema.

No que diz respeito ao funcionamento diário de uma torre de arrefecimento, é importante que esta funcione de modo otimizado para poupar energia.

Neste módulo, mostramos como otimizar energeticamente uma torre de arrefecimento e o impacto que isso tem no funcionamento de todo o sistema.

Nas torres de arrefecimento comuns, a bomba é instalada durante a montagem.

E, em muitos casos, a bomba funciona a uma velocidade fixa, o que significa que não é possível controlar o seu funcionamento.

A bomba simplesmente funciona continuamente a 100%.

E isso nem sempre é necessário.

Por sorte, com uma Grundfos iSOLUTION, a bomba pode controlar a torre, uma funcionalidade que otimiza o funcionamento em termos de energia.

Vejamos como funciona.

As soluções de bombas da Grundfos podem ser instaladas posteriormente.

Com todas as funções necessárias incorporadas na bomba, funciona tão bem em sistemas existentes como em sistemas novos.

Numa torre de arrefecimento, a bomba Grundfos mais comum é uma bomba monocelular NB/NK, de caudal elevado e baixa pressão.

As torres de arrefecimento são usadas sobretudo com controlo de temperatura, a sua instalação terá de manter uma temperatura de processo ideal, senão, há risco de sobreaquecimento, o que pode danificar a instalação.

Em termos de otimização energética, analisemos alguns parâmetros importantes que ajudam a garantir o funcionamento ideal da bomba e da torre de arrefecimento.

Trata-se da regulação da velocidade e da função de arranque/paragem.

Controlar a velocidade da bomba e do ventilador na torre permite-lhe funcionar à velocidade máxima em períodos de pico, reduzindo a velocidade em períodos mais calmos.

Comparada com bombas de velocidade fixa, esta é a melhor forma de poupar energia.

A função de arranque/paragem está ativa no motor MGE da bomba, que possui um conversor de frequência integrado.

Permite-lhe fazer o arranque e a paragem do ventilador quando quiser, proporcionando poupanças de energia e também de água.

Os modos de funcionamento também podem otimizar o consumo de energia.

Uma bomba numa torre de arrefecimento funciona em modo de pressão constante, por ser a escolha mais segura em termos de funcionalidade.

Em alguns sistemas, também é possível usar o modo de temperatura diferencial, que lhe permite poupar ainda mais energia.

Mas nem todos os sistemas permitem esta opção.

E é assim que podemos otimizar uma torre de arrefecimento em termos energéticos.

Não perca o módulo seguinte para informações mais detalhadas sobre como ligar a bomba à torre de arrefecimento através do Grundfos GO, a aplicação para smartphone da Grundfos.