Artigo

Riscos operacionais num sistema de pressurização

Um controlo deficiente da operação de pressurização pode danificar as bombas e provocar a fuga de tubagens. Ao longo do tempo, isto poderá resultar num consumo excessivo de água, em custos crescentes e até em inundações no interior. Mas existe uma forma de assumir o controlo e evitar estes riscos num sistema de pressurização - as bombas SCALA.

Veja o vídeo e veja como é possível evitar estes riscos operacionais num sistema de pressurização doméstico



Riscos operacionais num sistema de pressurização

As bombas de pressurização não são construídas para funcionarem sem água. Se o depósito de armazenamento de água ficar vazio ou se a água fornecida pela rede pública de água for insuficiente, a bomba pode funcionar sem água, o que poderá provocar o sobreaquecimento e, eventualmente, a ruptura.

As fugas de água nas tubagens do sistema podem causar danos em residências e, na pior das hipóteses, resultar em inundações no interior. Mesmo uma fuga numa sanita ou uma torneira a pingar no jardim pode consumir uma quantidade significativa de água potável e reduzir a vida útil da bomba, se for despercebida. Isto poderá criar custos acumulativos para os proprietários de casas, tanto na reparação da propriedade, como em extensas contas de água.



Uma bomba concebida por design inteligente

É possível evitar estes riscos operacionais se a solução de pressurização puder detetá-los e reagir em conformidade antecipadamente. Concebida para proteger o sistema de pressurização, a SCALA1 e a SCALA2 incorporam vários alarmes e funções de protecção que podem ser visualizados no painel de controlo (SCALA2) e na aplicação GO Remote (SCALA1) como alarmes. Estes alarmes não indicam necessariamente danos na bomba. Na maioria dos casos, alertam o utilizador para um problema no sistema que exija atenção. Por exemplo, o alarme de funcionamento em seco pode indicar um abastecimento de água insuficiente sem funcionamento em seco. Isto permite resolver os problemas antes que causem danos.

Proteção contra funcionamento em seco ou falta de água:

  • A SCALA1 e a SCALA2 oferecem uma função de proteção contra funcionamento em seco incorporada que desativa a bomba e alerta o utilizador para a falta de água na instalação.
  • O tempo máximo de funcionamento e a função anticiclagem desactivam a bomba caso esta detete sinais de fugas ou rupturas na tubagem no sistema. Ao desactivar a bomba após um período de tempo definido, será reduzido o risco de fuga de água durante o funcionamento de aplicações domésticas.

Com uma bomba SCALA, obtém protecção de funcionamento e funções que garantem o conforto ideal em toda a casa, poupando dinheiro no consumo excessivo de água e evitando danos à propriedade. É a bomba concebida pelo design inteligente.