Pesquisa e Insights

Perda de calor na tubagem

As tubagens que distribuem um meio de aquecimento perdem algum calor para as imediações. Esta perda de calor provoca um arrefecimento indesejado do fluido nas tubagens. A perda de calor pode ser aceitável se as tubagens forem colocadas num espaço aquecido. No entanto, esta forma de transferência de calor é indesejável, uma vez que não pode ser regulada e pode não ser necessária durante a maior parte do ano.

A perda de calor das tubagens pode ser minimizada através do isolamento e do ajuste da temperatura média em relação à temperatura exterior. A quantidade de isolamento requerida depende da temperatura da água e das horas de operação anuais das tubagens.

A perda de calor também pode ocorrer durante a circulação de líquidos muito frios. Nestas situações, as tubagens são isoladas para evitar que o líquido seja aquecido pelo ambiente circundante e para evitar a formação de condensação ou formação de gelo na superfície da tubagem externa.

As tubagens de distribuição de aquecimento urbano perdem uma quantidade considerável de calor. A perda pode elevar-se a 20–25% da carga térmica total da rede de sistemas de aquecimento urbano, o que pode afectar gravemente a rentabilidade do sistema.

A Grundfos assegura a operação de temperatura ideal mais baixa possível para uma perda de calor mínima no caudal da tubagem em aplicações de aquecimento urbano.

Isolamento da tubagem

Os tubos que transportam líquidos quentes são isolados para minimizar a perda de calor não intencional. A perda de calor irá arrefecer o líquido durante o aquecimento do local onde se situa a tubagem. Ambos são indesejáveis.

As considerações a tomar quando os tubos de isolamento são do tipo de tubo, do líquido bombeado e do ambiente envolvente. As tubagens que transportam líquido frio e colocadas em salas aquecidas têm isolamento térmico para não aquecer o líquido e para evitar a condensação na tubagem. O isolamento garante que a temperatura da superfície externa no isolamento é superior à temperatura do ponto de condensação da sala. O isolamento deve terminar com uma membrana anti-vapor, como folha de alumínio ou plástico. Isto tem como objectivo assegurar que a humidade da sala não penetra no isolamento nem se condensa.

Se um tubo for construído num material inflamável, o isolamento pode protegê-lo do fogo, para que este possa permanecer funcional durante um incêndio. Isto é especialmente relevante se um tubo de plástico fornecer um sistema de protecção contra incêndios mais abaixo na linha.

Aplicações relacionadas

Localize aplicações da Grundfos relacionadas com este assunto.